Entender a Modernidade: a Importância do Paradigma Igualitário

Hugo Carvalho de Matos Fernandez

Abstract

Este texto constitui uma breve reflexão sobre a natureza da transição do Antigo Regime para o Liberalismo nas sociedades europeias dos séculos XVIII e XIX e do significado da ruptura então verificada. As revoluções liberais consolidaram e institucionalizaram o princípio de que a "boa ordem social" residia na igualdade dos cidadãos, intervendo a lógica aristocrática da harmonia da sociedade assente no princípio do privilégio e distinção, e no acaso discricionariedade do nascimento. Pela introdução das ideias igualitárias e concepção igualitarista da sociedade, muda matricialmente a lógica do poder político. O liberalismo oitocentista, efectuando a ruptura político-ideológica com o Antigo Regime, transporta-nos para a contemporaneidade.

Palavras-Chave: Revoluções Liberais, Discursos do Poder, Privilégios, Paradigma Igualitário, Modernidade.

Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.